15/05/2014

Resenha | Não Voltarás – Hans Koppel

Não Voltarás 

Hans Koppel
Verus Editora

Mike Zetterberg vive com a esposa Ylva e a filha do casal numa pequena cidade praiana na Suécia. Uma noite, Ylva não volta para casa depois do trabalho. Mike acredita que ela só foi tomar um drinque com as amigas, mas, quando ela não aparece na manhã seguinte, ele começa a se preocupar. Enquanto Mike lida com as suspeitas da polícia e com o próprio desespero, ele nem desconfia de que sua esposa está viva e a apenas alguns passos de casa, presa num porão do outro lado da rua, atraída para uma trama horripilante de punição e vingança. Uma câmera de vigilância lhe permite ver sua família pela tela da TV. Eles não podem vê-la — e certamente não podem escutar seus gritos desesperados de socorro... Não voltarás é um livro eletrizante, que vai prender os leitores da primeira à última página.

Posso dizer que o livro já começa interessantíssimo: com um assassinato a sangue frio! Cabeça aberta a marteladas!!! Desculpem-me se parece à vocês que sou uma louca psicótica, mas adoro uma boa ação e um pouco de sangue num livro.

Imaginem ser sequestrado e encarcerado em uma casa em frente à sua? Pois é o que acontece comYlva. Depois de passar um tempinho com uns colegas, acaba encontrando um casal de conhecidos. Logo ela sente que algo está errado, mas aceita a carona que eles oferecem. Então o óbvio acontece, eles a sequestram e a levam para o porão da casa deles com uma TV que mostra tudo o que acontece em frente a casa de YlvaLá a pobre coitada é humilhada, agredida, estuprada... enfim, tudo o que há de pior.

O choque fez o corpo de Ylva se arquear. A dor era paralisante, e ela não conseguia nem gritar. Um momento mais tarde seu corpo relaxou e se dobrou ao meio, com a cabeça contra a coxa do homem. Ela ficou surpresa de ainda estar respirando, pois nada mais parecia funcionar.”

pag. 25

O que mais me deixava salivando pra ler o livro era: exatamente o que Ylva fez no passado para que os seus algozes quisessem puni-la? E várias outras perguntas surgiam... Lembram-se do cara que morre com golpes de martelos na cabeça? Pois bem, será que existia uma relação? O que elefez pra morrer? O que Jorgen (personagem secundário) tinha a ver com a trama?

Sei que o que vou falar pode parecer um pouco cruel, mas não tive pena da Ylva, ou pelo menos não tanto quanto se deve ter pela mocinha quando sofre tal brutalidade, só sentia quando ela era estuprada – algo tão repulsivo e desumano -, não sei mas talvez pode ser que tenha a ver com o fato de que a todo momento pensava que se estava ali era porque algo de ruim ela fez no passado e estava “recebendo o troco”. A angústia de Mike para encontrar sua esposa e o amor que ele devota à sua filhinha Sanna me deixou mais tocada do que o sequestro em si...

Os capítulos são rápidos, sem excesso de detalhes que faz qualquer um cansar de ler, porém achei que faltou algo... talvez foi a minha falta de emoção e compaixão  com Ylva ou por que criei grandes expectativas por ser um suspense policial e achava que seria algo mais parecido comSegunda Sombria, outro livro de gênero similar... Não sei! Mas posso garantir que não me arrependo de ler Não Voltarás nem por um segundo! Tive raiva do casal de sequestradores, tive pena de Mike, achei a polícia uma lerdeza só! Foram tantos sentimentos que me fazem recomendar essa leitura, sem dúvida nenhuma.



Comentários
0 Comentários
Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates