01/07/2014

Resenha | O Príncipe Sombrio - Christine Feehan 1#

Autor: Christine Feehan
Série: Os Cárpatos
Editora: Universo dos Livros


Mikhail Dubrinsky é o Príncipe dos Cárpatos, o líder de uma sábia e secreta raça ancestral que vive na noite. Tomado pelo desespero, com medo de nunca encontrar a companheira que iria salvá-lo da escuridão, a alma de Dubrinsky gritava na solidão. Até o dia em que uma bela voz, cheia de luz e amor, chegou a ele, atenuando sua dor e seu anseio. Raven Whitney possui poderes telepáticos e os utiliza na captura dos mais depravados serial-killers. Desde o momento que se conheceram, Raven e Mikhail foram incapazes de resistir ao desejo que faiscava entre eles. Mas forças sombrias tentarão destruir esse frágil amor. E mesmo que sobrevivam, como poderão - cárpato e humano construir um futuro juntos?


O que acontece é o seguinte: os machos Cárpatos precisam de suas fêmeas ao extremo em todos os sentidos que vocês possam imaginar. E o por quê disso?  É que eles são criaturas da escuridão e não enxergam em cores, são predadores e como o caro padre disse 'são perfeitas máquinas de matar'. Já as mulheres são luz, paz, amor... e cor. Ou seja, sem elas os machos se suicidam ou acabam de tornando vampiros loucos que matam suas presas humanas.

Em Príncipe Sombrio, já iniciamos o livro com a agonia de Mikhail, o príncipe da raça que decidiu que já estava na hora de ter seu 'sono eterno'. Então, para nossa alegria, Raven aparece telepaticamente, e tenta convencê-lo sobre os benefícios de continuar vivendo. É nesse momento que Mikhail passa a ter sentimentos e enxergar cores. O cara fica completamente obcecado por ela. Ele vai atrás dela na pousada em que está hospedada e a leva para sua casa, para jogar xadrez... e algo mais... Os dois começam a se encontrar e... enfim, leiam!

“[...] - Vim buscar Raven. Temos um encontro hoje à noite – ele disse delicada e imperiosamente, e ninguém se atreveu a discutir. - Ela me desafiou para uma partida de xadrez. [...]” pg 32
Daqui pra frente não posso contar mais, se não vira spoiler (e eu detesto spoiler no mais profundo do meu ser). Só o que é preciso saber é que Mikhail, assim como todos os machos Cárpatos, são extremamente arrogantes, dominadores, possessivos e ciumentos. Eu precisei respirar fundo várias vezes pra suportar as ações e ordens dele, e às vezes, também, quando Raven dizia o seu mantra “Sou uma mulher independente que não tem dono nem ninguém”. Gente... isso tudo é tão estressante!

“[...] - Mikhail – com a voz hesitante, ela escolheu as palavras com cuidado -, eu pertenço a mim. Eu sou uma pessoa, não algo que você possui. De toda forma, eu moro nos EUA. Vou voltar para lá logo e pretendo tomar o próximo trem para Budapeste. [...]” pg 44
Mas tirando esses pontos, sem dúvida nenhuma, o livro vale muitíssimo a pena. Eu, pessoalmente, gostei bastante da escrita e o desenrolar dos fatos. Rola drama e ação (que eu adoro num romance sobrenatural). O modo como as coisas fluem pra um final e no momento decisivo, acontece outra é sensacional! Sem falar que a pegada mais sensual e adulta torna a leitura bem mais interessante. Claro, não podemos esquecer que os personagens secundários também dão muito mais vida à trama, como Gregori e Jacques.

Você pode até ter lido outras resenhas falando muito mal do livro, da tradução ou edição, mas qualquer pessoa com o mínimo de inteligência vai entender perfeitamente os acontecimentos, não vai ficar perdida, sem contar que esse foi um erro pura e totalmente da editora, de nada tem a ver com o livro em si. Se você é uma pessoa que gosta de livros sobrenaturais com vampiros vai gostar e muito de O Príncipe Sombrio!


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Keka, como amo Cárpatos, eu conheci a série quando estava lendo a série Castas (de Lora Leigh). Fiquei fascinada pela criativade, pela ação, pegação, e tudo mais.

    Concordo com vc ao dizer que qualquer erro foi da revisão da editora, e pelo que vi no face dela, vai ter uma reediçãod esse lviro todo corrigido.


    bjs

    ResponderExcluir
  2. OOOOOOOOI, Kekaaaa! ♥ Que legaaaal essa resenha! Apesar de você ter dado 5 estrelas, o mesmo não me interessara taaaaaanto... A capa é beeem atrativa(hehe!), mas nada que tenha me chamado tanto a atenção. Nunca li nenhum livro da série, acredita? Queria taaaanto discutir a respeito disso com você! ;3 Envolve vampiros? Hmm, eu gosto de livros sobrenaturais, mas que envolve vampiros, não, hahaha! Então... Acho que não irei gostar...

    Um enoooooorme e grande beijo,

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates