02/07/2015

Garota Online - Zoe Sugg | Resenha

Garota Online

Zoe Sugg
Verus Editora

"Penny tem um segredo.
Com o nickname Garota Online, ela escreve um blog no qual desabafa seus sentimentos mais íntimos sobre amizade, meninos, os dramas do colégio, sua família maluca e os ataques de pânico que começaram a dominar sua vida.
Quando as coisas vão de mal a pior, sua família a leva para Nova York, onde ela conhece Noah, um garoto lindo que toca guitarra, e com quem ela parece ter muito em comum.
De repente, Penny percebe que está se apaixonando — e escreve sobre cada momento dessa história em seu blog, de maneira anônima. Só que Noah também tem um segredo, que ameaça arruinar o disfarce de Penny para sempre.
Garota Online é um livro encantador, que traduz exatamente o que significa crescer e se apaixonar na era digital."

Errhh...eu já vou começar esta resenha dizendo que: é minha opinião! Eu sou sempre sincera ao máximo nas minhas resenhas e não sou de puxa saquismo, então não é agora que isso vai mudar.
Mas o porque disso?? Simples!!
Quando este livro saiu, foi um BOOM de resenhas super elogiando, todo mundo falando dos talentos dessa autora e de como se identificavam com o livro, e acho que esse foi um dos meus problemas com ele, porque, apesar da capa linda e de chamar bastante a atenção, eu não consegui ter um apego de verdade com muita coisa, nem da principal, nem do romance dela.

Eu gostei bastante da forma de escrita da Zoe, afinal, a personagem dela escreve em um blog e ela deixou neste formato, então realmente parece que você esta lendo uma postagem de algum, mas meu encantamento com o livro morre aqui.

Pode ser também que meu desencanto com esse livro foi por conta de que ele é um romance teen, daqueles muuito teens mesmo, e eu não ando muito na vibe de romances assim, até porque convenhamos, eu vou fazer 25 anos, e pros que dizem que isso não significa nada, acreditem, pra mim significa e podem julgar que é livre e faz bem pra saúde parar e repensar seus pontos de vista.
E eu prometo tentar não ser má, assim, muuuito má...só má mesmo.




Penny é aparentemente comum, não é a popular da escola, tem uma personalidade bem reservada, é desastrada e tem problemas de auto aceitação, mas ela tem uma paixão que é a fotografia, e ela usa isso para se expressar, alem é claro de postar todos os seus sentimentos em um blog que ela criou a alguns anos que ela faz postagens com o nome de Garota Online, para poder ficar no anonimato. E agora, ela esta de mudança com seus pais para Nova Iorque e depois enfrentar os ataques de panico que ela sofre durante a viagem de avião, ela esta pronta para começar uma vida nova.

O que realmente chama a atenção na Penny é que tirando o fato dela ser um personagem muito estereotipado, daquelas que são um desastre com garotos e tudo mais, ela quando posta sobre seus sentimentos e pensamentos no blog, ela realmente é uma pessoa diferente e chega a parecer bem mais madura do que aparenta ser na vida real, e isso acabou deixando aquele parecer para mim de que se tratava de duas personagens diferentes. 



"Sabe quando você sacode uma lata de Coca, depois abre e a Coca espirra para tudo que é lado? Então, é assim que eu me sinto agora. Tem muitas coisas fervilhando dentro de mim, mas fico insegura de falar sobre elas em voz alta."

Ela também trata de assuntos como bullyng na Internet, já que todo mundo aqui sabe que tem esse lado negro de que o anonimato acaba se tornando a ferramenta perfeita para fazer maldade com outras pessoas, e mesmo que pareça que isso não magoa, ela deixa bem claro o quão chateada e o quanto isso também afeta ela,
Ela também sofreu um acidente terrível quando era mais jovem, que aos poucos vai sendo revelado e como isso a afeta até hoje.

Elliot é o melhor amigo de Penny e o que eu mais gostei no livro. Ele é estiloso, um amigo de verdade para Penny em todos os momentos e que enfrenta problemas com seus pais diariamente, então, ele viaja junto com Penny pra Nova Iorque, mais porque ele não se vê longe dela e essa amizade entre os dois eu achei muito mais marcante do que o romance em si. 
Elliot é quele amigo cheio de vida, pronto pra tudo e que te da conselhos e puxões de orelha na hora certa e que todo mundo deveria ter por perto. Eu achei ele super bem construído e eu ri com ele, mas eu senti falta de aventuras entre ele e Penny, porque poxa, é Nova Iorque, cade as aventuras na cidade??

Agora, sobre o Noah, ele também é do tipo bem clichê, bonito, toca violão, aquele que arranca suspiros fáceis, e que no momento em que ele conhece Penny, ambos tem aquele clique de que algo entre eles os atraem, apensar dele ser o tipo que Penny nunca gostou, que é o ruivo com sardas que ela diz que tem pavor (sério?? quem não gosta de ruivos??)
Eu não tenho muito mais o que falar sobre ele, só que ele passa a fazer parte da vida dela e ambos tem seus segredos, mas apesar de tudo, o romance entre eles fica impossível de ser negado e ambos estão vivendo tudo que ele tem a oferecer.

Não tendo muito mais o que me aprofundar a partir daqui, só posso dizer que foi uma leitura bem passional, que não me surpreendeu em muita coisa, e eu senti que ficou faltado muita coisa, e eu confesso que pulei alguns capítulos, porque estava perdendo a vontade de ler, mas eu tinha prometido ir até o fim e quando ele acabou, foi o fim mesmo para mim, já que em Novembro a continuação vai ser lançada lá fora, mas que não esta na minha lista de desejados para saber o que mais pode acontecer.
Uma pena, porque eu juro que tinha expectativas com ele e que não foram atendidas =//
E acabou que eu nem fui tão cruel assim...





Veja também a resenha da Ligia no blog dela http://chacombolacha.blogspot.com.br/2015/06/garota-online.html
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates