14/09/2015

O Despertar do Príncipe - Colleen Houck Vol. 1 | Resenha


O Despertar do Príncipe 

Col. Deuses do Egito - Vo.1 

Houck, Colleen
Editora Arqueiro

Aos 17 anos, Liliana Young tem uma vida aparentemente invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar a cidade.Mas para isso ela precisa seguir algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem eles aprovarem.Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho: uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que acaba de despertar de um sono de mil anos.A partir daí, a vida solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para salvar a humanidade do maligno deus Seth.Em “O despertar do príncipe”, Colleen Houck apresenta uma narrativa inteligente, cheia de humor e ironia. Este é o primeiro volume da aguardada série Deuses do Egito, uma aventura fascinante que vai nos transportar para cenários extraordinários e nos apresentar a criaturas fantásticas da rica mitologia egípcia.

Geeeente, antes de mais nada, eu começo dizendo que foi lindo de ver a mudança na escrita da autora desde a serie do Tigre, que por sinal sou muuito fã.

Claro que algumas coisas são marca da própria autora, mas podemos ler tranquilamente o Despertar do Príncipe sem nos preocuparmos em comparar com nada dos Tigres. Temos personalidades totalmente diferentes, um cenário novo e uma jornada totalmente nova.
Mas o que eu mais fiquei animada é que não temos mais as descrições infinitas de comida, nem enrolações no enredo. Temos uma nova soga totalmente articulada e muito bem trabalhada. Então para nós fãs, só temos o que comemorar.


Eu sempre fui apaixonada pelo Egito, e quando eu fiquei sabendo que o esse novo livro se passava em meio a mitologia egípcia eu fiquei super empolgada, e da pra perceber todo o trabalho de pesquisa que a Collen fez para poder dar vida a cada detalhe. 

Em meio as Piramides, historias sobre rainhas e esfinges, temos personagens encantadores que nos conquistam logo de cara.

Liliana Young, a Lily, acaba de fazer 17 anos e apesar de ser rica, ter uma vida que causaria inveja em qualquer um, ela não poderia estar mais presa. Seus pais tem idealizados nela uma criança que nasceu para a perfeição e levam isso muito a serio, controlando quem pode ser amigo dela, como o cabelo dela deve aparecer e agora, estão selecionando para ela que curso ela deve ter na faculdade. Com pais que não esperam nada dela alem de suas próprias expectativas, estão longe de serem uma família carinhosa e atenciosa, se reunindo apenas para discutir como favorecer as alianças politicas.

Presa em uma bolha que ela nunca teve forças para estourar, mesmo assim ela tenta viver um pouco daquilo ela realmente gosta nos poucos momentos que ela tem para si mesma. E um dos seus hobbies é observar as pessoas em situações normais em volta dela, e seu lugar favorito é o Museu Metropolitano de Artes. 

Mas toda sua vida muda, quando ela vai até a sessão do Egito para poder ficar um pouco sozinha, já que a área esta em reforma e acaba descobrindo sem querer que uma das múmias parece ter fugido de seu sarcófago, e o mais assustador, ela esta ali com ele, sozinha.

"Ao me virar para ir embora, olhei para baixo e de repente percebi duas coisas: primeiro, que o sarcófago cheio de palha não continha nenhuma múmia; segundo, que a serragem exibia outro conjunto de pegadas além das minhas, pegadas deixadas por pés descalços e que se afastavam do sarcófago."


Em meio a varias referencias a filmes de múmias, cheio de cadáveres voltando a vida com suas ataduras e planos de vingança, já podemos perceber que Lily é muito mais do que aparenta. Com uma personalidade muito mais forte do que aparenta, e uma vontade unica de se soltar de tudo que a prende, ela tem agora a chance de ouro de viver a vida de acordo com as suas próprias vontades, mesmo que seja ao lado de uma múmia de seculos de existência. Vemos então como ela é corajosa, sarcástica e realmente tem um coração enorme, e graças a suas habilidades de observação ela se prova muito útil nos momentos em que mais se precisava dela.

Agora sobre a múmia em questão, já aviso que não temos aqui uma múmia pronta para lançar uma maldição na Terra, na verdade não temos um cadáver em decomposição de volta a vida.
Amon é tudo, menos um cadáver em decomposição, alias, para quem voltou dos mortos com a missão de salvar a humanidade da ira de um deus sombrio, ele esta muito bem!

Dono de uma realeza que parece ter voltado a vida com ele, mandão, as vezes arrogante e totalmente focado no dever, Amon é um verdadeiro príncipe dos pés a cabeça. Mas ele esta em meio a um problema, ele não despertou no local onde deveria e para piorar os vasos canopos, que contem sua força vital não estão com ele, então sua existência esta ameaçada e sua missão core o risco de fracassar. 

Mas por sorte do destino, no momento que ele despertou tinha alguém com ele, que era ninguém menos que Lily, e agora, depois de quase tudo já começar dando muito errado, eles então precisam se ajudar, mas as consequências disso são arriscadas, mas ambos precisam agora um do outro mais do que nunca.

Temos aqui um inicio de uma aventura unica, já que agora, Amom e Lily devem ir até o Egito atras de seus vasos canopos, e principalmente ir atras de seus irmãos, pois sem eles, Amon não vai conseguir realizar o encantamento para impedir o deus Seth e seus seguidores de jogarem o mundo na escuridão.

Mas é claro, apesar de viagens perigosas, armadilhas antigas, feitiços e deuses antigos, os sentimentos entre os dois começam a surgir, mas nada é tão fácil, quando seu destino já esta selado a uma promessa de seculos atras. Mas não existe nada mais forte que  um coração que toma uma decisão.

"Meu coração se enche de alegria divina, pois eu sou dela e ela é minha."
 


 Ahh e não posso deixar de dizer que eu sou totalmente fã dos irmãos de Amon, mas para não ficar muito grande vou deixar para falar deles nas futuras resenhas porque, já prevejo que eles ainda terão muito o que aparecer ainda.











Veja também a resenha da Ligia no blog dela http://chacombolacha.blogspot.com.br/2015/08/o-despertar-do-principe.html













Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates