17/10/2015

A Irmandade Perdida - Anne Fortier | Resenha

A Irmandade Perdida 

Anne Fortier
Editora Arqueiro

Diana Morgan é professora da renomada Universidade de Oxford. Especialista em mitologia grega tem verdadeira obsessão pelo assunto desde a infância, quando sua excêntrica avó alegou ser uma amazona – e desapareceu sem deixar vestígios.
No mundo acadêmico, a fixação de Diana pelas amazonas é motivo de piada, porém ela acaba recebendo uma oferta irrecusável de uma misteriosa instituição. Financiada pela Fundação Skolsky, a pesquisadora viaja para o norte da África, onde conhece Nick Barrán, um homem enigmático que a guia até um templo recém-encontrado, encoberto há 3 mil anos pela areia do deserto.
Com a ajuda de um caderno deixado pela avó, Diana começa a decifrar as estranhas inscrições registradas no templo e logo encontra o nome de Mirina, a primeira rainha amazona. Na Idade do Bronze, ela atravessou o Mediterrâneo em uma tentativa heroica de libertar suas irmãs, sequestradas por piratas gregos.
Seguindo os rastros dessas guerreiras, Diana e Nick se lançam em uma jornada em busca da verdade por trás do mito – algo capaz de mudar suas vidas, mas também de despertar a ganância de colecionadores de arte dispostos a tudo para pôr as mãos no lendário Tesouro das Amazonas.
Entrelaçando passado e presente e percorrendo Inglaterra, Argélia, Grécia e as ruínas de Troia, A irmandade perdida é uma aventura apaixonante sobre duas mulheres separadas por milênios, mas com uma luta em comum: manter vivas as amazonas e preservar seu legado para a humanidade.


Gente, este é quele tipo de livro que você se vê preso na historia de tal forma e ela é contada de maneira tão lirica que em vários momentos eu perdi completamente a noção das horas que passei lendo de tão absorvida por tudo do jeito que eu estava. 
Este livro veio também em contra ponto com Jurassic Park que era um livro totalmente machista, temos aqui um livro voltado para o feminismo, mas de uma maneira tão bem escrita e fazendo comparações tão incríveis, que varias vezes eu parei para pesquisar tudo que a autora colocou e só assim já da para perceber todo o trabalho que a Anne teve de estudar os mínimos detalhes para nos presentar com um livro incrível.

Professora, filóloga e historiadora em Oxford, a verdadeira paixão de Diana Morgan sempre foi a historia complexa e pouco descoberta, alem é claro dos mitos e historias incríveis sobre as grandes mulheres Amazonas da mitologia antiga, e grande parte da culpa por sua paixão é sua amada avó, a quem ela perdeu o contato quando criança, já que sua avó era tratada como louca pela sua família por contar historias sobre ela ser uma amazona nos tempos modernos, até finalmente, sua avó desaparece e nunca mais ela tem noticias dela, apenas de um sinal de que ela podia estar viva, foi que em uma noite, ela recebeu uma correspondência contendo um bracelete de chacal que possui muito mais historia do que aparenta.

Diana é uma mulher madura, inteligente, de uma coragem que surpreende e uma vontade de chegar a verdade que faz dela uma personagem forte e altamente carismática logo de cara. Sua paixão pela historia fica a mostra sempre e claro, sua sede em descobrir a verdade sobre o mistério das amazonas e também em descobrir se o tudo que sua avó lhe contava quando criança, em seus momentos de aparente lucides era verdade ou não, e se for, então as amazonas, que antes não passavam de historias, podem estar mais vivas do que nunca.
Em meio a um local de trabalho de maioria masculina, não ação poucas as vezes que Diana foi ridicularizada por sua escolha de assunto acadêmico, mas uma dia, apos receber um convite irrecusável sobre uma nova descoberta arqueológica que envolve suas amadas amazonas, ela então, antes de embarcar resolve encarar os mistérios do porão de sua casa e apos descobrir um caderno que sua avó fez para ela, eis que ela mal pode acreditar o tamanho da aventura em que ela esta prestes a se envolver.

"Não era a primeira vez que eu tinha essa desconfiança, mas era a primeira vez que abraçava com alegria a possibilidade de, em alguns aspectos, ser mais parecida com minha avó e menos com todos os outros."

Em meio a um cenário inacreditável e histórico do começo ao fim, e apos passar por algumas dificuldades, varias peças do quebra cabeça começam a aparecer e o mais importante, a ligação entre as amazonas e o bracelete de chacal de Diana parecem estar cada vez mais ligado. E agora, ela passa a viajar pela Argélia, Grécia, Turquia, e vários outros lugares inusitados em busca de respostas e para isso, ela conta com misterioso Nick Barrán, que tem um interesse muito menos nobre nas descobertas de Diana, e que parece ter mais segredos do que apenas aparenta. Mas com o passar do tempo, os dois acabam criando uma ligação forte e depois de alguns atentados estranhos a ida de Diana, Nick passa a ser seu protetor. Claro que a química enter eles começa a se tornar irresistível, mas ante de qualquer romance, Diana tem resposta a descobrir e ao que parece, Nick tem suas próprias verdades a revelar também.

Em meio as descobertas de Diana, nos temos uma historia acontecendo ao rumo em que cada descoberta é feita, que é a historia de Mirina, uma caçadora de um pequeno vilarejo em algum lugar da Argélia, nascida a séculos atras, que apos ser expulsa com sua irmã menor Lilli da aldeia, cruzam o deserto em busca do templo da deusa da Lua, principalmente para que a Deusa cure sua irmã da cegueira resultado de uma febre durante a viagem. Quando finalmente elas acreditam que agora tem um lar, abençoado pela deusa da Lua e protegidas dos homens junto de outras irmãs, eis que um ataque de homens terríveis em navios estrangeiros destroem seu templo e raptam algumas das irmãs. 
Eis que Mirina, então, resolve que vai atras do navio e vai salvar suas irmã Lilli que esta entre as raptadas e suas irmãs do templo, mas então, eis que a verdadeira aventura de Mirina começa, apos cruzar o mar e atracar na Grécia e então, sua fé e tudo aquilo que ela conhece acaba entrando em choque ao entrar em uma terra onde mulheres não tem direitos, e Mirina, sempre uma caçadora acaba chamando a atenção d ninguém menos que o próprio príncipe de Troia, Páris.

"Nesse turbilhão atemporal, Mirina foi ficando cada vez mais atraída pelo charme de Páris, a ponto de quase já não ter mais forças para resistir."

Com uma releitura da Guerra de Troia, e sobre o verdadeiro surgimento das amazonas, onde fica de fora a magia e o fantástico, e temos mulheres de carne e osso lutando para mostrar seu verdadeiro poder em um mundo onde homens fortes sempre foram reverenciados. Mulheres de personalidade forte e descobrindo que sua igualdade com os homens em muitos aspectos, seja domando cavalos ou em combate é algo que vai criar na mente deles, a ideia de mulheres poderosas que mais parecem criação de alguma divindade furiosa. E é aqui que vemos as amazonas tomando sua forma e mais importante, vemos aqui um cenário onde o amor e a guerra andam juntos e tudo é posto a prova.




Este é um daqueles livros que, a primeira vista chega a ser intimidante pela quantidade de paginas e um inicio um tanto parada, mas quanto mais vamos entrando no cenário do livro, mais difícil é largar a leitura. Com citações no começo de cada capitulo, viagens a lugares que sempre estão presente na imaginação de todos, mulheres fortes e um mistério que parece estar ligado a todos os envolvidos, e uma seita secreta muito mais antiga do que se acredita, este é um daqueles livros que alem de possuir uma capa linda, é de um conteúdo que vai ficar dias e dias na sua cabeça e a todo momento, eu fiquei esperando a oportunidade de fazer parte desta irmandade, ligadas a um chacal de bronze e uma deusa da Lua que parece possuir planos aos que acreditam em seu poder.

"Eu sou uma amazona, matadora de animais e de homens. A liberdade corre em minhas veias; corda nenhuma pode me prender. Eu nada temo; é o medo que foge de mim. Ando sempre para a frente, pois esse é o único caminho. Quem tentar me impedir sentirá minha fúria."







Veja também a resenha da Ligia no blog dela http://chacombolacha.blogspot.com.br/2015/10/a-irmandade-perdida.html
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates