20/10/2015

Segredos de Uma Noite de Verão, As Quatro Estações do Amor - Lisa Kleypas | Resenha


Segredos de Uma Noite de Verão - As Quatro Estações do Amor

Lisa Kleypas
Editora Arqueiro

Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar.
Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle.
No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz.
As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon... e descobre que o amor é um jogo perigoso.


O livro conta a estória de Annabelle, uma jovem que já estava "velha de mais" para arranjar um pretendente adequado (de acordo com os padrões da sociedade Londrina da época), adicionando o fato de não possuir dote e sua família estar passando por uma situação financeira complicada desde o falecimento do pai, foram fatores atenuantes para sua atual solteirice, mesmo sendo uma das mulheres mais bonitas de seu círculo social.

Há muito a jovem tomava chá de cadeira nos bailes, e havia notado que não era a única que nunca era convidada a dançar, assim, começa uma conversa com Evie, Daisy e Lillian, outras moças solteiras por motivos distintos ao seu, a partir dai uma forte amizade nasce, junto com um plano astuto, elas se uniriam para encontrar maridos uma para as outras, utilizando táticas ardilosas se fosse preciso, começariam pela mais velha que é Annabelle, a que mais necessitava de um marido para salvar a si e sua família da situação desesperadora em que se encontravam, mas havia um porém, o charmoso e impassível Simon Hunt, um plebeu que alcançara riqueza por meio de sua inteligência e trabalho duro, mas que não tinha modos tão apropriados aos olhos da aristocracia, afinal, era filho do açougueiro e não possuía um título de nobreza. Eles sempre se encontravam nos bailes, e o jovem Hunt era incansável em suas investidas à Annabelle, mas seu jeito sincero demais (e um pouco rude) fazia com que a jovem sempre o rejeitasse, pois não estava disposta a tornar-se sua amante, e Hunt não parecia ser o tipo de homem que se casaria, tornando-se assim cada vez mais interessantes aos olhos dele.

Depois de serem convidados (junto com outros nobres e pessoas importantes) a passam algum tempo na propriedade de Westcliff, a moça começa a colocar em pratica seu plano para fisgar um marido, ela e suas amigas avistam o candidato "perfeito", é claro que, levando em consideração a aproximação do fim da temporada, e sendo a ultima chance de Annabelle se casar, qualquer candidato solteiro com um título seria perfeito. O jovem que seria a presa perfeita é o Lorde Kendall, um jovem magro, um pouco franzino e com um gosto peculiar por plantas, entretanto, não deixava de ser o solteiro mais cobiçado do momento, mas que não despertava emoções na moça.

Hunt aumenta suas investidas e Anabelle acaba cedendo aos poucos aos seus encantos e jeito sedutor, conhecendo um lado de Simon que não imaginada existir, deixando de lado sua fixação por casar-se com um nobre e abrindo mão de um envolvimento com lorde Kendall quando o mesmo já havia cedido às suas investidas para dar lugar ao reconhecimento de seus verdadeiros sentimentos e à aceitação de que estava apaixonada pelo Sr Hunt, o homem que até pouco tempo ela detestava com todas as suas forças.
Lisa Kleypas desenvolve o romance deles de forma sutil e delicada, levando o leitor a torcer cada vez mais para que eles finalmente fiquem juntos, o livro mostra o desenvolvimento pessoal dos personagens, o abandono suas idéias equivocadas a respeito uns dos outros e sobre a importância (ou falta dela) dos títulos de nobreza e status social.

 Os dois principais amadurecem lindamente no decorrer da estória, deixam seus preconceitos de lado e passam a ser mais honestos consigo mesmos e com seus sentimentos, ao longo da trama parece que a autora irá perder-se na mesmísse, mas isso não acontece e há uma reviravolta no relacionamento do casal que os leitores ansiavam desde o começo, o descobrir dos sentimentos profundos que nutriam um pelo outro, e não só isso, um amor altruísta e avassalador.

 Uma linda estória de amor, regada a bom humor e altas risadas pela falta de decoro de Annabelle e suas amigas carismáticas, que não mantêm um padrão de comportamento tão adequado quando deveriam, também tem toques de realidade, fazendo com que vejamos que as pessoas podem ter motivos justos por trás de ações repreensíveis, e assim como os personagens, podemos aprender a não julgar o próximo, pois não sabemos o que se passa em duas mentes ou em suas vidas.





Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates