08/03/2016

Para Sir Phillip, Com Amor – Julia Quinn | Resenha

PARA SIR PHILLIP, COM AMOR

QUINN, JULIA
Editora Arqueiro


Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar - o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro.


Quinto volume da série de oito livros chamada Os Bridgertons , publicado pela Editora Arqueiro. A série conta a história de amor dos filhos de Violet e Edmund Bridgerton.
Histórias de amor são, e sempre serão, a especialidade de Julia Quinn...
O livro começa contando a história de Sir Phillip, um botânico que mora em Gloucestershire, Inglaterra, com seus dois filhos gêmeos e sua esposa Marina, a mesma é uma mulher depressiva, vive chorando pelos cantos e tem uma vida miserável, apesar de todos os esforços de Phillip para fazê-la feliz, a jovem nem ao menos consegue divertir-se um pouco que seja com os filhos, ela então falece e deixa o esposo com duas crianças de oito anos para criar.
Após o falecimento de Marina, sua prima distante, e protagonista da história, Eloise, envia uma carta de condolências ao viúvo, os dois então passam a corresponderem-se durante um ano, não de maneira totalmente romântica, mas com um flerte sutil, até que Phillip dedice convidá-la a conhecê-lo e propõe que, se a moça tiver interesse por ele, gostaria de pedi-la em casamento.

 Eloise, que até aquele momento não se incomodava em ser uma solteirona de 28 anos, percebe que, sua melhor amiga Penélope havia casado-se com seu irmão Colin, é claro que ela estava feliz por eles, mas isso fez que com o plano das duas serem amigas solteironas fosse por água abaixo, então a jovem vê-se diante de um futuro incerto, já havia rejeitado várias propostas de casamento e começava a temer um futuro solitário. Ela decide então dar uma chance para Phillip e vai a seu encontro, sem ter respondido suas carta para avisá-lo que estaria indo visitá-lo.

“De repente, a proposta ousada de Sir Phillip – escondida no final de sua pilha de cartas amarradas, no fundo da gaveta do meio, e trancada em um cofre recém adquirido, para que Eloise não ficasse tentada a ler a carta um monte de vezes por dia – parecia, bem, um pouco mais intrigante.Na verdade, tornava-se mais   intrigante a cada dia, à medida que ela ficava mais impaciente, mais insatisfeita com a vida que tinha de admitir que escolhera”


A história é tocante e mostra a profundidade dos sentimentos das personagens, mostrando que até mesmo atitudes “irracionais” podem ter algum significado oculto pelo medo de expor-se ou o medo de falhar.
Phillip parece ser turrão, é quieto e pensa demais, coloca mais peso em si do que deveria, Eloise é falante e vivaz, sempre tem algo a dizer sobre tudo, na maioria das vezes fala sem pensar, ou quando pensa, não consegue refrear-se. Uma história de amor cuidadosamente trabalhada, que deixa uma forte impressão no leitor, todos os personagens são mais profundos do que aparentam.

O amor entre o casal não floresce da noite para o dia, o que é um ponto positivo, ele cresce e é nutrido à medida que passam a conhecer-se melhor, e quando finalmente floresce, é avassalador, assim como todos os romances de Julia Quinn, toca o coração do leitor.

“ Não consigo evitar – disse Eloise, a voz trêmula. – Eu amo tanto você...Nunca pensei que...Sempre tive esperanças, mas acho que nunca pensei...-Eu também nunca pensei – interrompeu ele, e os sabiam do que estavam falando...Eu nunca pensei que isso pudesse acontecer comigo.”




Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates