02/10/2016

Resenha | As Cores da Vida - Kristin Hannah

As Cores da Vida
Kristin Hannah
Editora Arqueiro
Kristin Hannah já vendeu mais de 12 milhões de livros no mundo. “Uma história bela e cativante sobre amor e rivalidade, família e comunidade.” – Booklist “Mais um acerto de Kristin Hannah. Deliciosamente romântico e comovente, este livro vai fazer você querer mergulhar em suas páginas e permanecer nelas durante o maior tempo possível.” – People Uma arrebatadora história sobre irmãs, rivalidade, perdão e, em última análise, o que significa ser uma família. As irmãs Winona, Aurora e Vivi Ann perderam a mãe cedo e foram criadas por um pai frio e distante. Por isso, o amor que elas conhecem vem do laço que criaram entre si. Embora tenham personalidades bastante diferentes, na verdade são inseparáveis. Winona, a mais velha e porto seguro das irmãs, nunca se sentiu em casa no rancho da família e sabe que não tem as qualidades que o pai valoriza. Mas, sendo a melhor advogada da cidade, ela está determinada a lhe provar seu valor. Aurora, a irmã do meio, é a pacificadora. Ela acalma as tensões familiares e se desdobra pela felicidade de todos – ainda que esconda os próprios problemas. E Vivi Ann é a estrela entre as três. Linda e sonhadora, tem o coração grande e indomável e é adorada por todos. Parece que em sua vida tudo dá certo. Até que um forasteiro chega à cidade... Então tudo muda. De uma hora para a outra, a lealdade que as irmãs sempre deram por certa é posta à prova. E quando segredos dolorosos são revelados e um crime abala a cidade, elas se veem em lados opostos da mesma verdade.

As Cores da Vida é a história da família Gray ao longo de mais de duas décadas. As três irmãs Gray - Winona (chamada "Win"), Aurora e Vivi Ann - moram em uma pequena cidade no estado de Washington com seu pai bastante desagradável. Sua mãe morreu quando eram meninas, então Win se tornou a mãe de fato da família de muitas maneiras. Isso uniu as irmãs e criou o que eles pensavam ser um vínculo inquebrável entre elas.

O pai das meninas foi uma pessoa muito ausente na vida delas, apesar de morarem na mesma casa, ele sempre foi frio e sem emoção alguma para os desejos e realizações das meninas, o que torna um personagem muito distante no livro.

Como adultos, Winona e Aurora têm ficado perto de casa, mas seguindo seus próprios caminhos profissionalmente; Vivi Ann ainda vive em casa com seu pai e ajuda a administrar seu a fazenda da família. As coisas começam a mudar rapidamente quando o velho amor de Winona, Luke, volta para a cidade. Ela percebe que seus sentimentos por ele não mudaram, apesar do fato de que ela acredita que ele nunca vai amá-la porque ela está acima do peso, e piora mais ainda quando Luke coloca seus olhos em Vivi Ann. E assim, o laço entre as irmãs começam a romper.

A situação fica ainda mais complicada para as irmãs Gray quando Winona contrata Dallas, um solitário forasteiro com um passado duvidoso, para ajudar na fazenda da família.

O desenvolvimento de personagens em As Cores da Vida é o centro da história.

Aurora é a única das três irmãs que não está totalmente desenvolvida, mas isso é porque não é realmente sua história. Ainda assim, teria sido bom conhecê-la um pouco melhor.

De muitas maneiras, Winona é o personagem principal daqui. Ela exibe o maior desenvolvimento ao longo da história. No início, ela é uma mulher ciumenta e mesquinha, e é difícil para o leitor se conectar com ela. À medida que a história avança, Winona faz algumas realizações difíceis sobre si mesma e realmente cresce como um personagem.

Mas, um pouco mais da metade do livro, Vivi Ann se torna a estrela do livro, pois ela é quem salva a fazenda da família quando começa a fazer pequenos campeonatos para ajudar na renda da fazenda.

Em termos de outros personagens secundários, eu tinha esperança no pai das meninas... Ele se mantinha forte em seus preconceitos e seus comentários eram difíceis de engolir. Ele também nunca mostrou nenhuma verdadeira emoção ou amor por suas filhas... em qualquer ponto do livro. Eu definitivamente lutava com relação a ele, pode ter sido o único personagem que não cresceu ao longo dos muitos anos no livro, infelizmente.

O vínculo entre irmãs é super explorado neste livro. As irmãs Gray enfrentam desafios para seus relacionamentos, e às vezes a família parece estar dividida em facções beligerantes, mas o vínculo nunca está completamente quebrado. Fãs de romance e melodrama não ficará decepcionado com As Cores da Vida, pois neste livro, a autora nos leva em momentos de traições, mentiras, perdão e redenção, onde as relações são testadas e os laços são quebrados, levando à realização do que significa ser irmãs.




Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates