04/12/2016

Resenha | O Coração da Esfinge, Col. Deuses do Egito, Livro 2 - Colleen Houck

Colleen Houck
Editora Arqueiro


Lily Young achou que viajar pelo mundo com um príncipe egípcio tinha sido sua maior aventura. Mas a grande jornada de sua vida ainda está para começar.Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez.Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos.Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.Nesta sequência de O Despertar do Príncipe, o lado mais sombrio e secreto da mitologia egípcia é explorado com um romance apaixonante, cenas de tirar o fôlego e reviravoltas assombrosas.

A história começa mostrando a como a Lily tentou seguir a vida depois da morte de Amon, ela tentou ser a garota que era antes, mas sem sucesso, afinal ela não era mais a mesma pessoa. Sempre se sentia saudades de Amon, ela segurava o escaravelho e se concentrava na ritmada vibração que a jóia emanava representando os batimentos do coração de Amon, com o coração partido devido a perda do grande amor da sua vida, Lily decide se afastar de tudo por um tempo e viaja para visitar a avó. 

Depois de uma cansativa viagem e uma longa conversa com sua avó, Lily começa a se preparar para dormir, quando deita abraçando o escaravelho ela recebe uma visita inesperada. Anubis estava em seu quarto e disse que precisavam da ajuda dela. Ele a informou que Amon havia se perdido, ele não estava mais no além e sim no mundo dos mortos. Como eles, mesmo depois da morte de Amon, tinham uma forte conexão à ponto de se encontrarem em sonhos, Anubis acredita que ela é a única que pode resgatá-lo. Mas como humana não seria suficiente, ela teria que se transformar em uma outra coisa, ela teria que ser uma esfinge.

Então a partir deste momento a Lily embarca em uma viagem com um amigo, Dr. Hassan, em busca dos elementos necessários para que a transformação aconteça. Uma das principais coisas que a Lily precisa fazer para concluir a transformação em esfinge é caçar ou ser caçada por um leão. Em determinado momento nessa caçada, as mentes da Lily e da leoa, Tia, se juntam e ficam as duas habitando o mesmo corpo. Você consegue imaginar isso? Uma disputa diária de duas mentes de personalidades diferentes tentando controlar seu corpo? Pois bem, ela passou por isso. Com o passar do tempo ela foram aprendendo a agirem juntas e a usarem o poder da esfinge. Mas esse era apenas o começo da sua aventura. 

Depois de se tornar a esfinge, Lily tem que ir até o além, conseguir a permissão do deus Amon-Rá para atravessar na sua barca celestial para atravessar, as águas do rio do Caos, para chegar ao além, onde teria seu coração julgado para saber se poderia ir ou não salvar Amon. Chegando lá, ela encontra Aster e Ahmose, os irmãos de Amon, que por ordem dos deuses vão junto com ela nessa arriscada aventura. 

Segredos são revelados, novas paixões começam a acontecer, medos e angústias começam a cerca-los, o perigo constante impedindo-os de ter um segundo de paz, batalhas pelas sobrevivências e para salvar alguém que ama. O Coração da Esfinge, é uma história envolvente, intrigante, emocionante e surpreendente. Que é totalmente regada a aventuras, amizade, mistério, suspense, magia e romance. Vale a pena ler.





Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2016 Meu Livro Preferido
| Distributed By Gooyaabi Templates